Conselho Científico

O Conselho Científico do I3GS é uma instância interdisciplinar, de natureza consultiva, formado por profissionais de notório saber, com a função de assessorar, quando solicitados, a Direção do Instituto na produção de conhecimento científico. As atribuições facultadas ao Conselho Científico são:

I. Zelar pelo prestígio do I3GS sugerindo medidas que resguardem seus primados institucionais;

II. Opinar sobre qualquer assunto de relevância científica que seja projeto ou ação do Instituto;

III. Apresentar sugestões relacionadas a projetos de pesquisa; publicação dos Atlas; capacitações, palestras, premiações, etc;

IV. Fomentar projetos e parcerias relacionados aos objetivos do Instituto;

V. Apresentar propostas de parceria e articulação com outros parceiros institucionais relevantes;

Aprovado em: 2019

 

Membros do Conselho Científico

Flávio Mirza

Estudou no Colégio de São Bento (1o e 2o graus). Possui graduação em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1999), mestrado (2002) e doutorado em Direito (2007), pela UGF, e pós-doutorado (Universidade de Coimbra). Atualmente, leciona na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, na qualidade de professor adjunto, na graduação, mestrado e doutorado em Direito e na Universidade Católica de Petrópolis, graduação e mestrado. É advogado criminalista.

Carlos Rosano Peña

Carlos Rosano Peña, economista com mestrado (1985), doutorado (1995) em economia pela Peoples? Friendship University of Russia e e Pós-Doutorado pela Universidade de Brasília, UnB. Atualmente é professor associado do Departamento de Administração e atua nos Programas de pós-graduação em agronegócio contabilidade e economia da Universidade de Brasília. Tem experiência em estudos da eficácia, eficiência, produtividade, ecoeficiência e indicadores de sustentabilidade com os métodos análise envoltória de dados e fronteiras de eficiência estocásticas. Seus projetos de pesquisas e publicações (ver anexo) enfatizam temas sobre agronegócio e gestão pública. É membro do grupo de pesquisa: Grupo de Pesquisa em Operações, Logística e Métodos de Apoio à Decisão (GO META) em que lidera a linha de pesquisa Aplicação de Métodos para Avaliação de Eficácia, Eficiência e Produtividade.Ocupou o cargo de chefe do departamento de administração e atualmente é o vice-chefe deste departamento.

José Carneiro da Cunha Oliveira Neto

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Católica de Brasília (2004), mestrado em Economia pela Universidade Católica de Brasília (2007) e doutorado em Administração pela Universidade de Brasília (2010). Foi vice-diretor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de Brasília, entre os anos de 2013 e 2015, chefiou a Unidade de Parcerias Público-Privadas do Governo da SEPLAG/GDF e presidiu o Conselho Fiscal da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal. É professor de Finanças e Microecoeconomia do Departamento de Administração da UnB e leciona Avaliação Econômica de Projetos em Defesa no Mestrado em Economia da Defesa da mesma Universidade. Pesquisa na áreas de Concessão, PPP, Infraestrutura e Finanças, tendo sido o responsável pela modelagem econômica diversos projetos como a PPP do Parque Tecnológico Capital Digital, Registro Civil Nacional, do Centro Financeiro Internacional de Brasília etc.

Gabriela Litre

Pesquisadora colaboradora plena e professora no CDS-UnB, com foco nas áreas de políticas públicas para a adaptação e redução de vulnerabilidade às mudanças climáticas na agricultura familiar e em áreas urbanas e periurbanas brasileiras nos biomas Cerrado, Caatinga e Amazônia. Membro do projeto INCT – Observatório de Mudanças Socioambientais – Odisséia e da Rede Brasileira de Pesquisas em Mudanças Climáticas (Rede Clima). Cientista social, especializada no diálogo entre ciência, gestão e políticas públicas e cooperação internacional para o desenvolvimento sustentável, com ampla experiência na interação entre o âmbito acadêmico, governamental e a sociedade civil e com foco no nexo entre as segurança hídrica, energética e alimentar face às mudanças climáticas globais. Ex funcionaria de carreira na ONU (Africa e Europa) e com mais de 10 anos de experiência como jornalista política internacional (La Nación), possui pós-doutorado (2016) e doutorado (2010) em Gestão Ambiental e Políticas Públicas para o Desenvolvimento Sustentável (CDS-UnB), doutorado em Geografia e Ordenamento Territorial Urbano (IHEAL, Université Paris 3, Sorbonne-Nouvelle, 2010, mention Très Honorable) e mestrado em Globalisation and Latin American Development pela Universidade de Londres – Institute of Latin American Studies (2004), com foco nas áreas de Desenvolvimento Territorial, Economia e Relações Internacionais (bolsista do Conselho Britânico). Editora-executiva das revistas Sustentabilidade em Debate (CDS-UnB) e Gestão, Inovação e Sustentabilidade (FACE-UnB), onde também é coordenadora de projetos de pesquisa sobre saúde humana e meio ambiente. Consultora em gênero e agricultura familiar do Projeto Rural Sustentável (BID, MAPA, DEFRA-UK, IABS), da ANA e do CGEE, dentre outros.

Aurélio Maduro-Abreu

Mestre em Comunicação Política e Governança ? George Washington University/EUA, 2017. * Formação Superior em Ciência Política, (Tema da Monografia: O Poder Regulatório), Universidade de Brasília. RESUMO DE QUALIFICAÇÕES Executivo com mais de quinze anos de experiência em Assuntos Corporativos em empresas nacionais e multinacionais (IBM, Odebrecht, Telefônica e Votorantim) e Entidade de Classe (CLIA/Abremar). Experiência em Relações Governamentais, Regulação, Compliance, Governança, Comunicação Estratégica, Gerenciamento de Crises, Planejamento Estratégico, imagem e reputação. Formulação de políticas públicas, relacionamento com stakeholders, busca de oportunidades internas e externas. Acompanhamento de projetos e ações em curso no Governo Federal, Congresso Nacional, Estados e Municípios. Analise das necessidades, busca de soluções para tais demandas e traçar estratégias de atuação para a defesa dos interesses da companhia. Vivência em negociações de comércio internacional (ALCA, OMC, MERCOSUL).

Thérèse Hofmann Gatti Rodrigues da Costa

É Licenciada em Educação Artística pela Universidade de Brasília (1990), Mestre em Arte e Tecnologia da Imagem pela Universidade de Brasília (1999) e Doutora em Desenvolvimento Sustentável (2008) pelo CDS/UnB. Foi Diretora Cultural da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel. É professora Adjunta Dedicação Exclusiva do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade de Brasília. Sua área de atuação é Artes, com ênfase em Educação em Artes Visuais. Foi Diretora de Esporte, Arte e Cultura – DEA/DAC (1994/1997), Decana de Assuntos Comunitários da UnB (1997- 2001, de 2001-2005 e de março a novembro de 2016), Decana de Extensão da UnB (2012 – março de 2016), Coordenadora do curso de graduação a distância de Licenciatura em Artes Visuais do Programa Universidade Aberta do Brasil (2007-2011 e de 2016-2018) e do Programa Prolicenciatura (2011 – 2014), Coordenadora do Curso de Especialização em Educação e Patrimônio Cultural e Artístico/UAB/CAPES (2017-2019). Suas linhas de pesquisas são Metodologias, Educação e Materiais em Artes Visuais, Políticas Públicas e Inovação, Ensino a Distância e Inclusão Social. Detém duas patentes registradas no INPI, Reciclagem de Papel Moeda (registrada em 1996 e concedida em 2008 – PI 9605508-1) e Reciclagem de Bitucas de Cigarro (registrada em 2003 e concedida em 2014 – PI 0305004-1A).